NOTICIAS

Pedro Taques evita tomar partido em briga interna do PSB

   23/06/2017
Fonte: Alcione dos Anjos, repórter do GD   

O governador Pedro Taques (PSDB) se absteve de entrar na polêmica gerada após filiação do deputado federal Valtenir Pereira ao PSB que chegou e assumiu a presidência do partido em Mato Grosso . “Não vou colocar minha colher de pau nesse angu. Quem trata do PSB é o PSB”, disse aos jornalistas.

Entretanto, o governador fez questão de destacar que os pessebistas, até então, são aliados. “Quero dizer que os companheiros do PSB são leais”, afirmou, desconversando sobre a possibilidade do partido deixar a base do governo com a nova presidência da sigla.

“Os companheiros do PSB são leais e estão nos ajudando a governar Mato Grosso. Os quatro deputados estaduais estão conosco, os dois federais também. O ex-prefeito Mauro Mendes tem conversado comigo. No mais, é fuxico, mexerico e fofoca”, desconversou.

A frase de Taques remete ao fato de Valtenir ter deixado o PSB em 2013 devido a disputa interna com o então líder da sigla e prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes.

Racha no PSB

Marcus Vaillant/A Gazeta

O PSB passa por uma ameaça de debandada desde que o deputado federal Fábio Garcia foi destituído do cargo de presidente estadual do partido no dia 27 de abril, após ter desobedecido orientação do comando nacional do PSB, que decidiu voto fechado da bancada contra a reforma trabalhista. Fábio Garcia votou a favor da reforma proposta pelo governo federal.

O parlamentar foi comunicado por telefone pelo presidente nacional da legenda, Carlos Siqueira, sobre a destituição do cargo e de todo o diretório estadual. Valtenir se filiou à sigla na semana passada depois de aceitar convite do presidente do PSB Nacional.

Valtenir, até então no PMDB, também votou favorável a proposta de reforma trabalhista proposta por Michel Temer, o que causou mais conflito entre os membros do partido no Estado. Já que o presidente nacional do PSB desconsiderou esse fato. Além disso, é considerado opositor de Taques.

Na disputa eleitoral da prefeitura de Cuiabá, enquanto Taques era cabo eleitoral de Wilson Santos (PSDB), Valtenir fazia campanha para Emanuel Pinheiro (PMDB).

Membros do PSB em Mato Grosso já declararam que não vão aceitar Valtenir no comando da sigla. Eles devem questionar a presidência na Justiça. A primeira baixa do PSB-MT ocorreu na terça-feira (20). O ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Otaviano Pivetta, oficializou em nota sua desfiliação da sigla. "Este partido não me representa".

Comentários
Noticias Relacionadas
Publicidade
NIVEL
Facebook
Parceiros
Marli aparecida Dos Santos

meu nome é Marli Aparecida dos Santos moro em Ivinhema mato grosso do sul e estou a procura do meu irmão José Rogério dos santos que não temos noticias desde 2007.Por favor se alguém souber ou tiver alguma noticia favor entrar em contato pelo telefone (067) 9671-3411 Marli ou (67)9989-2917 Edvando. Muito obrigada