NOTICIAS

Viveiro escolar: oficina une conhecimento da agricultura familiar à facilidade de aprendizado na infância

   20/04/2016
Fonte: Sucena Shkrada Resk/ICV   

Alunos da EM Paulo Freire prestaram atenção no processo de semeadura e cultivo, durante oficina da Campanha Cotriguaçu a Caminho da Sustentabilidade. Foto: Sucena Shkrada Resk/ICV

Alunos do ensino fundamental da EM Paulo Freire, em Cotriguaçu, Mato Grosso, acompanhados por seus professores, receberam orientações básicas sobre semeadura e cultivo em oficina de plantio do Projeto de criação de Viveiro Escolar de Plantas Repelentes elaborado e executado por voluntários da Campanha Cotriguaçu a Caminho da Sustentabilidade – uma iniciativa da sociedade civil local -, nesta sexta-feira (15/04) – Dia Nacional da Conservação do Solo. Cerca de 200 crianças se envolveram com a aula que foi realizada em partes externas da escola, entorno do prédio da unidade.

A atividade foi ministrada pela agricultora familiar Helena de Jesus Moreira, voluntária do movimento da sociedade civil. O processo envolveu, nas etapas anteriores, outros integrantes e doações, possibilitando a montagem de uma estrutura com 16 pneus inservíveis (que estavam em galpão da Prefeitura), que foram reutilizados como vasos, pintados com tinta branca doada pelo Sicredi e preenchidos com terra adubada. Neles foram plantadas sementes de crotalárias, doadas pelo Instituto Centro de Vida (ICV), mudas de citronela oriundas de jardins de duas participantes do grupo de trabalho de Educação Ambiental e Resíduos Sólidos, e flores do sítio da agricultora familiar.

 

Alguns alunos foram quiseram ajudar a agricultura familiar, durante a oficina. Foto: Sucena Shkrada Resk/ICV

Conforme parceria estabelecida com a Secretaria Municipal de Educação, o trabalho de educação ambiental, além de ter como objetivo a sensibilização das crianças, que se tornarão cuidadoras dos plantios (cada uma das oito classes ficou responsável por um par de pneus), também estimulou que os estudantes levem esse conhecimento aos seus familiares e vizinhos. Cada aluno recebeu um saquinho de sementes de crotalária para poder plantar em casa e levarão um boletim realizado pela Campanha, com explicações sobre as espécies e prevenção. Segundo a coordenadora pedagógica da unidade, Aparecida Costa Bravo, a proposta é que mais adiante a escola possa ampliar seu espaço verde, com uma horta no local.

A crotalária é um adubo verde, que fixa o nitrogênio no solo e tem facilidade de reciclar nutrientes. A espécie é característica de clima tropical e subtropical, e atrai as larvas da libélula que são predadoras das do Aedes aegypti, mosquito (fêmea) transmissor da Dengue, do Zika-vírus e da Chikungunya. Ainda suas propriedades repelentes passam por estudos científicos.

 

Atividade aconteceu no Dia Internacional do Solo. Foto: Sucena Shkrada Resk/ICV

A citronela, que é uma planta aromática, também tem propriedades repelentes. Ambas são consideradas atualmente um apoio de origem natural a ações preventivas de combate ao mosquito, cuja eliminação de criadouros depende do cuidado constante para a eliminação de água parada em caixas d`água, pneus e pratos de vasos, entre outros.

A Campanha Cotriguaçu a Caminho da Sustentabilidade, iniciada em agosto de 2011, foi oficializada em novembro do mesmo ano. O objetivo geral da iniciativa, de acordo com o movimento, é construir a identidade de Cotriguaçu como município sustentável, por meio da disseminação de ações e resultados positivos existentes; sensibilização da população sobre a importância do uso racional dos recursos naturais; mobilização da sociedade a participar do processo e implementação dos compromissos firmados da Carta Cotriguaçu Sempre Verde .

A mobilização tem a participação de integrantes do Instituto Centro de Vida (ICV), por meio do Projeto Cotriguaçu Sempre Verde – Fase 2, apoiado pelo Fundo Vale. Os integrantes são de diferentes segmentos da sociedade civil e a Campanha é aberta a novas adesões. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail:cotricaminhosustentabilidade@gmail.com.

 

Parte dos vasos em pneus, agora, fazem parte da paisagem da fachada da escola. Foto: Sucena Shkrada Resk/ICV

Veja também:

Cotriguaçu: Campanha leva premiada em concurso fotográfico para conhecer boas práticas de agricultura familiar

Resíduos sólidos: 100 pessoas participam de encontro da Campanha Cotriguaçu a Caminho da Sustentabilidade

Campanha Cotriguaçu a Caminho da Sustentabilidade realiza oficinas sobre resíduos, em escolas municipais

Resíduos sólidos: tema do 1º Encontro da Campanha Cotriguaçu a Caminho da Sustentabilidade em março

Novidades no concurso fotográfico Meu Olhar sobre o Juruena e seus afluentes

Lançamento de campanha envolve comunidade em benefício da sustentabilidade em Cotriguaçu

 

Comentários
Noticias Relacionadas
Publicidade
Facebook
Parceiros
Marli aparecida Dos Santos

meu nome é Marli Aparecida dos Santos moro em Ivinhema mato grosso do sul e estou a procura do meu irmão José Rogério dos santos que não temos noticias desde 2007.Por favor se alguém souber ou tiver alguma noticia favor entrar em contato pelo telefone (067) 9671-3411 Marli ou (67)9989-2917 Edvando. Muito obrigada