NOTICIAS

Simno, Sindilam, Sindicatos e Associações apoiam manifesto na MT-170 em Brasnorte

   06/01/2015
Fonte: Assessoria   

No caso do Simno, as cobranças por melhorias na MT-170, trecho de cerca de 80 km entre Brasnorte e Campo Novo do Parecis, não são novas.

O bloqueio da MT-170, em Brasnorte, que ocorre nessa terça-feira (06), em razão do descaso do Governo de Mato Grosso à Região Noroeste, vem ganhando força e vários Sindicatos e Associações de Juína já sinalizaram apoio ao manifesto. Entre eles está o Sindicato das Indústrias Madeireiras e Moveleiras do Noroeste de Mato Grosso (Simno), Sindicato dos Laminados e Compensados do Estado de Mato Grosso (Sindilam), Sindicato Rural de Juína, Cooperativa de Crédito Sicredi Univales, Associação Comercial e Empresarial (Ascom), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), dentre outros.

No caso do Simno, as cobranças por melhorias na MT-170, trecho de cerca de 80 km entre Brasnorte e Campo Novo do Parecis, não são novas. Ofícios datados de 17 de maio de 2014 e encaminhados aos Deputados: Dilmar Dal Bosco (estadual), Nilson Leitão (federal), Júlio Campos (federal) e ao Senador Jayme Campos, mostravam a preocupação e os prejuízos que o setor produtivo enfrenta pela falta de malha viária adequada.

Foi exposto às autoridades que a rodovia estava em péssimas condições de conservação e trafegabilidade. As fortes chuvas e o fluxo intenso de cargas que por ali trafegam ocasionaram a abertura de enormes buracos na pista em diversos pontos. As condições das estradas influenciam diretamente no custo e produtividade das indústrias, uma vez que, sem condições de trafegabilidade as viagens duram mais tempo, os caminhões sofrem mais danos, circunstâncias que acarretam o aumento dos custos, além do atraso no processamento da madeira e da entrega do produto acabado. Porém, mais do que os custos materiais, o que causa enorme preocupação são os “custos humanos”, pois o risco acidentes fatais é uma triste realidade.

Infelizmente apenas um deputado respondeu a solicitação - o estadual Dilmar Dal Bosco, que remeteu documento dizendo que iria cobrar do então Governador Silval Barbosa uma solução para o problema. O tempo passou, nada foi feito e a população continua a sofrer com o descaso das autoridades.

O manifesto dessa terça-feira (06) é a forma encontrada de buscar o apoio do novo governador de Mato Grosso, Pedro Taques, para a nossa região. O presidente do Simno Roberto Rios, reforça a importância da ação como forma de mostrar que a sociedade não aceita a indiferença do governo anterior. “Sempre apoiarei iniciativas desta natureza desde que feita de forma organizada, porque muitas vezes é nosso único recurso para chamar atenção para um problema que se estende por vários anos sem o mínimo de compromisso por parte daqueles a quem representa a população em geral, seja setor produtivo ou sociedade civil solicito ao nosso novo gestor estadual uma atenção especial para essa região que muito contribui para o desenvolvimento do estado” disse Rios. 

Comentários
Noticias Relacionadas
Publicidade
Facebook
Parceiros
Marli aparecida Dos Santos

meu nome é Marli Aparecida dos Santos moro em Ivinhema mato grosso do sul e estou a procura do meu irmão José Rogério dos santos que não temos noticias desde 2007.Por favor se alguém souber ou tiver alguma noticia favor entrar em contato pelo telefone (067) 9671-3411 Marli ou (67)9989-2917 Edvando. Muito obrigada